"Um caminho que se percorre não com pernas, mas com coração. E onde o único desafio que vale, é percorrê-lo por inteiro."


segunda-feira, 17 de março de 2008

Charlie Chaplin... o garoto

''Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido''

Charlie Chaplin


Sexta passada, fazendo uma pesquisa, assisti um filme que não saiu mais da minha cabeça. É claro que eu já conhecia o homem, mas sua genialidade me espanta a cada momento.

''O Garoto'' foi talvez o filme mais sutil e encantador que eu já assisti. É simplesmente mágica a maneira com que Charlie Chaplin atua, e como depois de muitos anos, seus filmes ainda encantam tanta gente.

Tudo neste filme me emocionou muito... Uma trilha sonora perfeita também composta por Chaplin, o roteiro, a fotografia, a atuação...

É a beleza da simplicidade. É a sutiliza. É o olhar, e a verdadeira beleza de uma grande atuação.

Pesquisando, li que alguns dizem que o filme tem uma sensibilidade tão grande entre o vagabundo e o menino, devido ao fato do filho rescém nascido de Chaplin ter morrido no começo das gravações...

Chaplin era dono de um toque a mais. Algo indescritível que fica estampado em seus filmes. Uma doçura, um cuidado... Algo simplesmente magnífico, que ninguém nunca consiguirá imitar, algo de dentro de seu espírito que fica visível no resultado de seus trabalhos. Algo que marca para sempre, algo para sempre lembrar.

''Um filme com um sorriso, e talvez uma lágrima...''