"Um caminho que se percorre não com pernas, mas com coração. E onde o único desafio que vale, é percorrê-lo por inteiro."


sábado, 5 de fevereiro de 2011

Sacada

Cheiro do vinho.

Ela abriu os olhos pra lua.
Lábios molhados entreabertos.

Gosto de vinho.

Silêncio.

O silêncio pesado da cidade adormecida.
Muitas estrelas e algumas nuvens.

Noite quente.

Muitas lembranças.

Talvez até demais.
A cabeça um pouco leve, um pouco tonta.
Meio pesada.

Sempre o cheiro do vinho.


Cansou-se de grande promessas.
Libertou-se de falsidades.

Quebrou barreiras.

Também quebrou espelhos, janelas e portas.


Construiu raízes móveis.
Assim como críticas, valores e múltiplas personalidades.


E um único caráter.

Terminou a taça de vinho em um único gole.

Deixando o cheiro doce no ar, e o gosto nos lábios.

Sempre o cheio do vinho.

Um comentário:

MikaelMoraes disse...

mto bom, gostei mto
seu blog tmbm é bem interessante
prometo voltar mais vezes :)
<>
visite-nos e comente tmbm
gostando siga e avise que retribuiremos
se seguir deixe o aviso no comentário
deixando o seu link para retribuirmos
<>
grato
<>
http://mikaelmoraes.blogspot.com